17/08/2022

Fliv: escritor indígena visita escola de Votuporanga

Daniel Munduruku é de Belém (PA) e foi eleito o escritor homenageado do Fliv 2022

Incentivar as crianças a se abrirem para o mundo da literatura e das artes está entre as missões do Festival de Literário de Votuporanga – FLIV. Grande parte da programação é pensada com foco neste público. Como tradicionalmente ocorre, o evento elege um homenageado para cada edição. Neste ano, a escolha foi pelo escritor indígena Daniel Munduruku, ativista das causas dos povos indígenas e que se dedica à literatura infanto-juvenil.

Para conhecer um pouco da estrutura da rede municipal de Votuporanga, na manhã desta quarta-feira (17/8), o escritor esteve no CEM “Prof. Valdir Gonçalves de Lima” onde se encontrou com 52 alunos dos 5º anos A e B que trabalharam a autobiografia do escritor com as professoras Raquel e Eliane. Acompanharam a visita, o curador do Fliv Reynaldo Damazio, o cordelista e autor convidado do Fliv, Moreira de Acopiara, a representante da Secretaria Municipal da Cultura e Turismo, Marinês Manhani de Lima e Andria Valéria Pimenta Delavale, chefe do Departamento de Ensino Fundamental da Secretaria da Educação.

As crianças interagiram intensamente com o escritor fazendo perguntas. “Me sinto muito feliz com esse contato direto com as crianças. Já notei que Votuporanga está um passo a frente de outras escolas do Brasil e essa preocupação com o povo indígena é fundamental”, destacou Daniel Munduruku, autor de 57 livros para crianças e jovens com histórias dos povos indígenas. Ele é reconhecido internacionalmente por representar a cultura dos povos indígenas, mostrando a criatividade e a diversidade da nossa formação histórica e cultural, como um agente fundamental de transformação.

Nascido em Belém, PA, pertence à etnia indígena Munduruku. Formado em Filosofia, com licenciatura em História e Psicologia, lecionou durante dez anos e atuou como educador social de rua pela Pastoral do Menor de São Paulo. Esteve em vários países da Europa, participando de conferências e ministrando oficinas culturais para crianças.

O Fliv
O Festival Literário de Votuporanga é um evento da Prefeitura de Votuporanga com apoio do Governo do Estado, Secretaria de Cultura e Economia Criativa, por meio do Programa de Ação Cultural - Proac São Paulo. Tem o suporte da Amigos da Arte e Circuito SP; colaboração Poiesis, Casa das Rosas e Pontos MIS; promoção da TV TEM; e patrocínio da Unifev, Proença Supermercados, LA Hotel, Senac, Starb, Porecatu, Cantoia Figueredo, Flash Net, Converd, Marão Corretora de Seguros, Alvorada e Stage Model. Em 2021, o Fliv recebeu o Prêmio Governador do Estado de São Paulo para as Artes, após disputar com eventos na categoria Livro, Leitura e Bibliotecas.

A história de 11 anos de realização do Fliv começou com a Feira do Livro de Votuporanga, em 2006. Em 2011, o evento ganha nova roupagem e passa a ser chamado Fliv - Festival Literário de Votuporanga. A partir daí se consolida como um dos maiores eventos multiculturais do Estado, reunindo diversas atividades inteiramente gratuitas, ligadas à literatura, às artes e à cultura. Sua missão principal é formar leitores desde a primeira infância.


FLIV 2022 - Daniel visita escola

Voltar