11/08/2022

Fim de semana no Fliv terá diversos shows

Maria Rita, Pano pra Manga, Trupe Trupé e muitos outros abrem o festival neste sábado e domingo; programação segue até dia 21

A edição de 2022 do Festival Literário de Votuporanga – Fliv vai contar com grandes nomes da música como a poderosa Maria Rita, as melodias suaves de Tiê (Circuito SP), a voz marcante de Sophia Ardesorre e os clássicos da música nordestina de Fulô Benedetti. O Palco das Artes, à margem da represa no Parque da Cultura, foi montado para receber essas grandes apresentações. A programação completa já está no site www.flivotuporanga.com.br

Neste sábado, além de Maria Rita, se apresenta o grupo Pano pra Manga no espaço Território Livre, a partir das 22h30, com repertório cheio de nomes como: Chico, Gal, Caetano, Gil, e mais uma porção de gente que fez e faz muita música boa. Ainda no sábado, tem o Sarau “O Desejo de Hilda Hilst” com Lu vespa e José Cássio Jaber e o artista votuporanguense do cenário Pop e Funk, Viktor Huggo.

No domingo, tem o espetáculo de música infantil Trupe Trupé, às 18h, para toda a família e muitas outras atividades musicais com percussão de maracatu, fitdance, sertanejo, música eletrônica, hip hop.

O Fliv vai contar ainda com diversas atrações musicais de variados estilos, entre eles o Coral Canto Livre que apresenta o espetáculo “Casa Cheia”; o Coral de Violas do Centro de Folclore; a Banda Musical Zequinha de Abreu; a Banda Facmol, uma orquestra de sopros e percussão, que apresenta músicas do cancioneiro sertanejo e caipira tradicional e moderno, música pop e rock.

Para quem curte pop rock a dica é o show de Amadeu Álamo, da banda Beatsong, com clássicos internacionais dos anos 80 e 90, da dupla Luckas e Thiago e Rafael Anoni. Tem também a poesia de Vinícius de Moraes na interpretação de Anisinho Martins e o show “Música de Bolso” do cantor e compositor André Gandolfo”. Já a cantora Claudia Castelo Branco apresenta o show “Forropiano” com clássicos da música regional nordestina tocados no piano. O samba contagiante do grupo Samba do Zé fará um resgate das tradições afro-brasileiras com músicas que tocavam após as rodas de capoeira. O Fliv terá ainda o show dançante de Fernando Barbosa e Emerson Show.

Já as cantoras Zu Laiê, Elis Ribeiro e Jaqueline Cardoso celebram o legado da cantora Clara Nunes, com interpretações envolventes, festejando a memória musical brasileira, sobre a presença da mulher na música e sobre as contradições e riquezas do nosso país a partir da consagrada discografia de Clara Nunes, passando por todas as suas matizes e fases musicais.

O Fliv também será palco do lançamento do livro e CD duplo da artista Kátya Teixeira. “Canções para atravessar a noite escura” é um trabalho que mistura música, poesia e relatos dessa produção que foi realizada durante a pandemia, produzidos pela cantora e multi-instrumentista Kátya Teixeira e André Venegas. A artista falou sobre a alegria de fazer o lançamento desse livro e CD duplo durante o Fliv e falou também sobre a mensagem que quer passar com esse trabalho. “Diante do cenário social, político, humano onde nos deparamos com nossas fragilidades essas canções surgem para nos trazer um calor, um afago, um carinho no centro da pedra dura, nos fazendo crer que apesar de tudo amanhece, sempre amanhece”, explicou Kátya.

O Fliv
O Festival Literário de Votuporanga é um evento da Prefeitura de Votuporanga com apoio do Governo do Estado, Secretaria de Cultura e Economia Criativa, por meio do Programa de Ação Cultural - Proac São Paulo, sob o suporte da Amigos da Arte, promoção da TV TEM, patrocínio da Unifev, Proença Supermercados, LA Hotel e Senac. Em 2021, o Fliv recebeu o Prêmio Governador do Estado de São Paulo para as Artes, após disputar com eventos na categoria Livro, Leitura e Bibliotecas.

A história de 11 anos de realização do Fliv começou com a Feira do Livro de Votuporanga, em 2006. Em 2011, o evento ganha nova roupagem e passa a ser chamado Fliv - Festival Literário de Votuporanga. A partir daí se consolida como um dos maiores eventos multiculturais do Estado, reunindo diversas atividades inteiramente gratuitas, ligadas à literatura, às artes e à cultura. Sua missão principal é formar leitores desde a primeira infância.

Voltar