27/04/2022

Café da manhã da Secretaria de Direitos Humanos reúne mais de 700 pessoas

Evento aconteceu das 7h às 12h na Praça Dr. Fernando Costa, no terminal da circular e teve como proposta homenagear a todos os trabalhadores domésticos

Com o objetivo de comemorar o Dia dos Trabalhadores Domésticos, celebrado nesta quarta-feira (27/04), a Secretaria de Direitos Humanos ofereceu no período da manhã, das 7h às 12h, um café que foi servido na Praça Dr. Fernando Costa, próximo ao terminal da circular. Mais de 700 pessoas que passaram pelo local, puderam prestigiar o evento.

O secretário de Direitos Humanos, Emerson Pereira, explicou que o motivo da escolha do local é porque muitos trabalhadores domésticos utilizam o transporte público diariamente e passam pela praça para chegar ao trabalho. "Desde às 7h, os trabalhadores domésticos que passavam pelo terminal da circular foram recepcionados com um café da manhã especial, contendo pão com manteiga, bolos, roscas, biscoitos, bolachas e outras guloseimas. Esse café da manhã teve como objetivo fazer com que os trabalhadores domésticos se sintam valorizados e abraçados por nós pois, são pessoas honestas, que cuidam dos lares e estão dispostas a nos ajudar", falou.

Presente também, o prefeito Jorge Seba parabenizou a iniciativa e mostrou-se satisfeito com o trabalho que vem sendo desenvolvido pela equipe da Secretaria de Direitos Humanos. "É uma pasta que tem olhos atentos a aqueles que mais precisam", destacou.

A primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Rose Seba, também fez questão de deixar sua mensagem aos presentes. "Temos o compromisso em cuidar não só do desenvolvimento da cidade, mas também de toda população, dos mais necessitados, que merecem respeito", falou.

Para valorizar ainda mais os trabalhadores domésticos, a Secretaria confeccionou panfletos contendo informações sobre os direitos trabalhistas e a rede de serviços oferecidos gratuitamente pela Prefeitura de Votuporanga nas áreas jurídica, saúde, assistência social, denúncias, conselho tutelar, entre outros.



Café da manhã da Secretaria de Direitos Humanos reúne mais de 700 pessoas

Voltar