Digite mais de 2 letras para pesquisar.
Tiro de Guerra
Tamanho do Texto
A-
A+

Tem início processo de recrutamento para o Serviço Militar Obrigatório 2019

Etapa final será em fevereiro de 2019 e selecionará os 50 futuros atiradores do TG-02-088

A Comissão de Seleção do Tiro de Guerra deu início na última semana ao processo de recrutamento para o Serviço Militar Obrigatório em Votuporanga. Ao todo, mais de 350 jovens fizeram o alistamento, desses, 50 foram dispensados pelo Sistema Eletrônico de Recrutamento Militar e Mobilização do Exército Brasileiro e 200 foram considerados aptos para servir e concorrerão as 50 vagas de atiradores 2019. 

A Comissão foi presidida pelo Delegado de Serviço Militar de Votuporanga, 1º Tenente Marcelo dos Santos, com a colaboração do Instrutor do TG, 1º Sargento Heroíto Cursino Gomes, o aspirante oficial médico Luiz Financi, os secretários das Juntas de Serviço Militar e dos atiradores matriculados neste ano. 

Visando garantir que o processo de seleção seja o mais amplo e democrático possível, os recrutas são escolhidos por dois critérios principais: a combinação do vigor físico com a capacidade analítica, medida de maneira independente do nível de informação ou de formação cultural de que goze o recruta; e o da representação de todas as classes sociais e regiões do País. A seleção também leva em conta aspectos culturais, psicológicos e morais. 

Os jovens considerados aptos, tomarão ciência se foram dispensados ou selecionados para participarem de uma nova e última etapa do Processo Seletivo, que será realizada no final do mês de fevereiro de 2019, com o objetivo de selecionar os 50 futuros atiradores do TG-02-088-Votuporanga, através de email, mensagem (SMS), pelo site www.alistamento.eb.mil.br ou comparecendo presencialmente na Junta de Serviço Militar de Votuporanga entre os dias 10 de dezembro de 2018 e 15 de janeiro de 2019. 


Como funciona o processo de seleção

O processo de admissão de novos atiradores se dá através de 3 fases: alistamento, seleção e incorporação. Após a primeira fase, de alistamento militar, é feita a dispensa automática pela Seleção Geral do Sistema Eletrônico de Recrutamento Militar e Mobilização do Exército Brasileiro, esses jovens são incluídos no Excesso de Contingente, fazem o juramento à bandeira e recebem o seu Certificado de Dispensa de Incorporação.

Os demais, passam pela segunda fase, a seleção, onde a Comissão faz a análise do perfil de cada candidato e seleciona os que se enquadram nas especificações exigidas. 

Por fim, é feito o ato de inclusão do jovem na Organização Militar da Ativa das Forças Armadas. Os primeiros dias destinam-se a familiarizar o recruta com a rotina e as práticas comuns ao ambiente militar. Nesse período, o jovem inicia a prática controlada de atividades físicas; adquire noções de hierarquia, disciplina e civismo; habitua-se aos horários rígidos e, sobretudo, começa a desenvolver um sadio espírito de camaradagem, essencial ao trabalho em equipe, típico da vida nos quartéis.

Tamanho do Texto
A-
A+

Receba semanalmente as notícias desta seção.

Preencha corretamente suas informações! Os campos acima precisa de sua atenção.
Ops! O sistema não pôde atualizar o seu cadastro, por favor, tente novamente mais tarde.
Lamentamos não ter mais você com a gente! Se precisar pode voltar sempre.
Cadastro atualizado! Em breve você estará recebendo as newsletters selecionados.
OK
NOTÍCIAS RELACIONADAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Twitter
Facebook