Digite mais de 2 letras para pesquisar.
Secretaria da Cidade
Tamanho do Texto
A-
A+

Saev Ambiental e Defesa Civil realizam capacitação sobre queimadas urbanas

A Autarquia registrou 16 focos de queimadas urbanas neste ano em Votuporanga

A Superintendência de Água, Esgotos e Meio Ambiente de Votuporanga, a Saev Ambiental, em parceria com a Defesa Civil da Secretaria da Cidade da Prefeitura de Votuporanga, realizou capacitação para servidores sobre queimadas urbanas na manhã desta quinta-feira (26/09). 

O encontro foi conduzido pela Técnica de Segurança da Autarquia e Brigadista da Defesa Civil, Josimeire Gracino Bertolazo de Oliveira, pelo Diretor de Divisão de Meio Ambiente da Saev Ambiental e Brigadista da Defesa Civil, Fernando Henrique Gonçalves Ribeiro, e pelo Coordenador da Defesa Civil de Votuporanga, Ademilson Alves Fernandes.

Participaram da capacitação os servidores Aderson Cuin, Hélio José da Silva, Ricardo das Flores Gatto, Vanderlei Aparecido de Conde, José Donizete Evangelista, Camila Esteves da Silva e Fábio Ioshio; e os voluntários Widson Queirós dos Santos e Bruno Henrique Lopes de Eliseu.

Durante o encontro, os servidores puderam analisar a quantidade de focos de queimadas urbanas registradas no Município, além de conhecerem equipamentos utilizados para deter queimadas urbanas, de acordo com as proporções, e serem orientados sobre as medidas para evitar as ocorrências.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, em todo o ano passado foram registrados 17 focos de queimadas urbanas. Já neste ano, em nove meses, foram 16 focos. Segundo a Técnica de Segurança da Saev Ambiental, percebe-se o aumento no número de focos registrados. “Nós podemos observar que em nove meses já estamos com praticamente o mesmo número de focos registrados no ano anterior. Por isso é tão necessário que a gente se capacite e oriente outras pessoas sobre os riscos desses números e também sobre como evitar queimadas”.

O Coordenador da Defesa Civil explicou que segundo a Lei de Crimes Ambientais, nº 9.605 de 1998, é proibida a queima doméstica de resíduo domiciliar, de natureza vegetal ou qualquer outro tipo de resíduo. “Neste período do ano a incidência de queimadas é maior. Podemos perceber que grandes queimadas já tiveram início neste período tradicionalmente seco. Além disso, ainda precisamos levar em consideração que existe a prática ilegal da queimada urbana, que prejudica a saúde de toda a população, além da fauna e da flora”.


Pequenas atitudes diárias fazem toda a diferença para evitar esse problema:

- Não jogue pontas de cigarro em qualquer lugar;

- Mantenha o seu terreno livre de materiais que possam pegar fogo;

- Coloque o seu lixo em sacos plásticos e em locais adequados para descarte;

- Recolha folhas e galhos e os armazene em sacos para o carro coletor;

- Denuncie lixões clandestinos e lixeiras viciadas para o seu município;

- Não deposite lixo, principalmente vidros e latas em terrenos baldios.


Brigada Municipal 

Para desempenhar ações de prevenção, controle, fiscalização e combate aos incêndios em áreas com cobertura vegetal, a Prefeitura de Votuporanga instituiu, em 2017, a Brigada Municipal de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais – Operação Corta Fogo.


Fotos: https://www.flickr.com/photos/prefvotuporanga/albums/72157711089003977

Tamanho do Texto
A-
A+

Receba semanalmente as notícias desta seção.

Preencha corretamente suas informações! Os campos acima precisa de sua atenção.
Ops! O sistema não pôde atualizar o seu cadastro, por favor, tente novamente mais tarde.
Lamentamos não ter mais você com a gente! Se precisar pode voltar sempre.
Cadastro atualizado! Em breve você estará recebendo as newsletters selecionados.
OK
NOTÍCIAS RELACIONADAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Twitter
Facebook