Digite mais de 2 letras para pesquisar.
Secretaria de Assistência Social
Tamanho do Texto
A-
A+

Parceria da Elektro e Prefeitura levam Tarifa Social para quase 6 mil famílias 

O evento que celebrou a ampliação do atendimento as famílias com baixa renda em Votuporanga, aconteceu no sábado, em dois períodos

No último sábado (10/3), o prefeito João Dado e o vice-prefeito Renato Martins participaram do evento organizado pela Elektro para celebrar a adesão de novas famílias no benefício Tarifa Social, que integra o projeto Energia Mais Eficiente.

A Tarifa Social é um benefício social criado pelo Governo Federal para beneficiar as famílias de baixa renda. Consiste na redução da tarifa de consumo de energia elétrica em até 65%. Os clientes que se cadastram nesta modalidade, além de passarem a pagar uma tarifa especial, também ganham lâmpadas de LED, que são mais eficientes.


No último sábado, a Elektro distribuiu as lâmpadas para quase 6 mil famílias, numa ação que contou com o apoio da Secretaria de Assistência Social de Votuporanga. Os encontros foram realizados no Ginásio do CSU e no Mário Covas. O benefício que já atende na cidade 2.200 famílias de baixa renda, foi ampliado para 5.700, através da mobilização, divulgação e recadastramento realizado pela Secretaria. 


A ação que aconteceu no último sábado, mobilizou também a troca de lâmpadas antigas pela de LED -  mais eficientes, proporcionando economia de energia e ofereceu aos presentes, orientações de segurança no manuseio e uso da energia elétrica residencial. 


O cadastramento das famílias interessadas pode ser realizado na Secretaria de Assistência Social, localizada na Avenida João Gonçalves Leite - 4705, no Jardim Alvorada. Os critérios estabelecidos para o benefício Tarifa Social são: famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – Cadastro Único, com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo nacional; ou quem receba o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social – BPC, nos termos dos arts. 20 e 21 da Lei nº 8.742, de 7 de dezembro de 1993; ou famílias inscritas no Cadastro Único com renda mensal de até 3 (três) salários mínimos, que tenha portador de doença ou deficiência cujo tratamento, procedimento médico ou terapêutico requeira o uso continuado de aparelhos, equipamentos ou instrumentos que, para o seu funcionamento, demandem consumo de energia elétrica.


Projeto Energia Mais Eficiente

O Energia Mais Eficiente contempla iniciativas de eficiência energética nas comunidades de baixa renda da área de concessão da distribuidora. Parte dos recursos utilizados no projeto é vinculada ao Programa de Eficiência Energética, promovido pela Elektro por determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).


Tamanho do Texto
A-
A+

Receba semanalmente as notícias desta seção.

Preencha corretamente suas informações! Os campos acima precisa de sua atenção.
Ops! O sistema não pôde atualizar o seu cadastro, por favor, tente novamente mais tarde.
Lamentamos não ter mais você com a gente! Se precisar pode voltar sempre.
Cadastro atualizado! Em breve você estará recebendo as newsletters selecionados.
OK
NOTÍCIAS RELACIONADAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Twitter
Facebook